Espaço do Artesão

O Espaço do Artesão é um espaço dedicado à Cultura, situado na freguesia de Campanário, Ribeira Brava. Trata-se de um projeto que surgiu com o propósito de se preservar e valorizar o artesanato e a produção regional, como o bordado, artigos em cana vieira, em vime e muitas outras culturas. Assim como homenagear os artesãos e mestres de ofício do Município e conservar os saberes transmitidos ao longo de gerações.

O edifício que agora dá lugar a este novo projeto fora outrora uma escola primária e posteriormente a Sede da Junta de Freguesia de Campanário.

A 31 de março de 2021 foi, então, inaugurado o Espaço do Artesão, representando um investimento que ascende os 170 mil euros, cofinanciado pelo PRODERAM 2020 (Programa de Desenvolvimento Rural para a Região Autónoma da Madeira).

A Casa do Artesão, como é também conhecido, alberga um dormitório, uma cozinha, arrecadação e uma sala multiusos para a realização de atividades, nomeadamente ações de formação, ateliês e workshops, tendo em vista a transmissão de saberes, experiências e a promoção de valores culturais.

O que é o artesanato?

O artesanato é, essencialmente, uma arte manual realizada pelo artesão com fins utilitários e/ou artísticos. Atualmente, é possível verificar uma adaptação de funções do artesanato, sendo que o que outrora tinha uma função meramente utilitária, hoje em dia se junta ao design contemporâneo, sendo utilizado como decorativo.

Artesanato tradicional é, portanto, a arte do saber fazer e do criar com as mãos. São velhos ofícios transmitidos de gerações em gerações, de pais para filhos que fazem parte da nossa tradição.

O artesanato na Região Autónoma da Madeira tem início na história do seu povo, uma vez que os bens de primeira necessidade e de uso doméstico eram escassos, muita gente viu no artesanato uma forma de sobrevivência.

Com o passar dos tempos procurou-se inovar no processo e contexto desta técnica ancestral, dando lugar à criação de novas peças e soluções que a mantenham atual e útil.

São diversas as atividades artesanais na Região, desde os artigos elaborados com cana vieira, em madeira, empalhamento de objetos em vime, cerâmica, olaria, as tradicionais bonecas de massa, bonecas de palha de milho, entre muitas outras.

O artesanato é, sem dúvida, uma das grandes riquezas culturais de um povo. É através das peças produzidas que os artesãos transmitem a cultura e tradição.

As artes e ofícios têm, desde sempre, um papel muito importante na afirmação das identidades locais, mantendo e preservando um vasto espólio de memórias e património etnográfico.

Exposições:

– Gaiolas em cana vieira

Artefactos em cana vieira – gaiolas – é o tema da primeira exposição do Espaço do Artesão. A Casa do Artesão, como é também conhecido, abriu pela primeira vez ao público com os trabalhos do artífice ribeira-bravense Avelino Namora, apresentando um conjunto de gaiolas trabalhadas em cana vieira, que estará patente entre 31 de março a 30 de abril.

Esta exposição tem por objetivo não só divulgar o saber-fazer desta atividade tradicional, mas também procura preservar e valorizar esta técnica ancestral.

O que é a Cana Vieira?       
A cana vieira ou cana de roca é uma planta, espécie invasora, disseminada por todo o arquipélago e que se desenvolve quer em terrenos à beira-mar, quer na montanha. É uma matéria-prima utilizada na produção de diferentes artefactos, nomeadamente cestaria, brinquedos, instrumentos musicais e outros utensílios utilitários.

 

Tutela: Câmara Municipal da Ribeira Brava.

Morada: Rua Comandante Camacho de Freitas, Campanário, Ribeira Brava.

Telefone:

Email:

Horário: De segunda-feira a sexta-feira – Das 9h00 às 17h00.